Vamos falar de estágio

IMG_6116

Demorei para encontrar uma agência que fosse “a minha cara”. Percebi que isso estava para acontecer quando me deparei com um evento inusitado no Facebook: a procura por um estagiário. Me preparei, arrisquei e aqui estou eu na Imaginando. Se esse ainda não é o seu caso, continue lendo este texto.

Bom, a primeira coisa que escutamos quando chegamos à faculdade é: “Cara, se prepara para sofrer como estagiário”. Esse “mimimi”, porém, acaba escondendo a bagagem de conhecimento que quem fala isso já ganhou ao longo do tempo. Então, em vez de desestimular quem está começando, vamos às dicas de estágio.

Antes de tudo, comece a pesquisar muito para descobrir qual é o seu objetivo. Muita gente pula essa parte e agarra o “estágio que paga mais”. Acontece que, muitas vezes, cedo ou tarde, você descobre que aquilo não é nada do que esperava. Paciência, foi você que escolheu assim. E agora? Vai chorar até o fim da faculdade? Não!

Depois de muita pesquisa, você finalmente recebe a ligação tão esperada e logo pensa: “Pronto, vou ficar ansioso até o dia da entrevista”. Nada disso. Para tudo, porque agora é o momento! Sai do Facebook e começa a preparar seu portifólio ou o adeque para a tal entrevista. Não tem muitos trabalhos? Putz! É aí que bate aquele desespero e você percebe que não tem nenhuma experiência. Muita calma nessa hora! Trabalhos da faculdade, voluntários e até para festas podem contar. Manter um bom relacionamento com os professores também é primordial. Eles podem avaliar seus trabalhos, dar dicas sobre o mercado, conhecer alguém da agência ou até mesmo te indicar. Para chegar surpreendendo, peça ajuda aos amigos e crie um anúncio que poderia ser usado na agência ou empresa que você deseja.

Pensa comigo: a maioria fica esperando a hora da entrevista e esquece de se preparar. Então, a estratégia é sair na frente e chegar à entrevista com tudo bem esquematizado. E lembrar-se sempre de que, hoje em dia, você também deve escolher a empresa, assim como a empresa te escolhe. Uma troca com a qual ambos irão ganhar, como em um relacionamento.

“Entrevista amanhã às 10h! É agora que eu não durmo. Vou me depreciar, imaginar que vou ser entrevistado por um monstro que vai me devorar… Socorro!” Calma, respira fundo! O desespero só vai te atrapalhar. No lugar do sofrimento, relaxa. Faça algo divertido e depois revise seu currículo. Lembre de cada trabalho que colocou e, principalmente, não tente ser alguém que você não é.

E anota mais uma dica com carinho: o recrutador quer saber o quanto você será interessante para empresa, nada de contar toda a sua vida. O que ele quer mesmo é conhecer seu lado profissional. Também não encare a entrevista como um robô, respondendo tudo no automático. Se estiver muito nervoso, tente ver o recrutador como uma pessoa qualquer, em um simples bate-papo. Quanto mais você conseguir demonstrar sua capacidade, melhor.

Então vai nessa. Coloque o melhor sorriso e arrasa, estagiário!

 

Por Gabrielly Vasconcellos

  1 comment for “Vamos falar de estágio

  1. Larissa Faria
    agosto 14, 2015 at 18:45

    Amei as dicas! Tenho certeza que serão muito úteis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *